Ao lado de um amplo armazém feito de chapas de metal, vocês podem ver caixas marcadas com o logo da Agência em uma vegetação que se estende pelo local.  Em cima do palco improvisado, vocês correm os olhos pela assembleia composta exclusivamente por membros da Agência.

Estão todos olhando para vocês.

A multidão é silenciosa. Se não fosse pelo farfalhar do vento, daria para escutar um alfinete caindo no chão.

 

Visivelmente ansiosa, Tess Heiden começa a falar, direcionando seu discurso aos sobreviventes da Agência T.I.M.E:

 

(Para fins de dramatização, entregue este dispositivo para a pessoa que estiver jogando com a Tess para que o texto abaixo seja lido em voz alta. Se Tess não estiver na partida, escolham outra pessoa para a leitura.)

— Olá, Agentes! Hoje nos reunimos para nossa primeira avaliação pós-escape. Pela primeira vez, estou diante de vocês para narrar nossas ações desde a queda da Agência. Estou muito orgulhosa do que conquistamos.

Nós sobrevivemos.

E renascemos das cinzas como uma fênix.

 

Como vocês devem saber, os doutores Choi e Carvalho adaptaram nossas cápsulas de transporte temporal para que possam funcionar com o Azrak. Sim, sabemos o quão perigoso é utilizarmos uma substância sobre a qual ainda não temos muito conhecimento... mas não temos outra escolha!

De acordo com os últimos relatórios, a linha do tempo como a conhecemos está sumindo pouco a pouco. Por meio de fendas ou paradoxos, os infames Elois estão fazendo de tudo ao alcance deles para destruir nossa realidade. Para pioras as coisas, obter tais relatórios nos colocou em risco de sermos descobertos por eles.

 

Para que possamos perseverar, devemos continuar protegendo a continuidade temporal. E, sem tecnologias eficientes como a inserção taquicônica, nosso trabalho se torna muito mais difícil. O Azrak, embora perigoso, é nossa única esperança no momento para preservar a vida neste universo.

 

Então, agradeço a todos que estão presentes hoje. Muito obrigado por continuarem juntos e por assumirem sua parcela de responsabilidades. Por enquanto, estamos indo bem. Continuem com o bom trabalho. Para celebrar a sorte que tivemos até o momento, James irá cantar um pot-pourri militar do século XIX. Vocês verão, essa performance promete ser realmente cativante…

 

Surpreso por descobrir ao que se voluntariou, James abre um sorriso enquanto seus colegas caem na gargalhada.